Formação & Desenvolvimento
Promoção do conhecimento e desenvolvimento de pessoas e organizações
e-Learning
Serviços e soluções para e-learning.
Transferência de Tecnologia
Valorização do Conhecimento Comercialização de C&T.
Empreendedorismo
Promoção de uma cultura empreendedora e apoio a spin-offs universitários.
Clínica de Negócios
Consultas especializadas para o desenvolvimento dos negócios.
GAPI
Gabinete de Apoio à  Proteção da Propriedade Industrial.
TecMinho 30 Anos Mini-site
Oportunidades TecMinho
APCER Certificados da Qualidade
Central-Topo
Ideias de negócio premiadas no SpinUM 2018-03-23

Novos projetos inovadores desenvolvidos na Universidade do Minho foram premiados no SpinUM – Concurso de Ideias de Negócio, organizado pela TecMinho. A “TopoSEM” e a “MAG4Biomed” foram as ideias distinguidas com o 1º e 2º Prémios, respetivamente, na cerimónia que decorreu no AvePark.

A ideia vencedora TopoSEM” foi apresentada pelo promotor Diego Martinez e desenvolvida em conjunto com Catalina Sánchez, Alberto Proença, Paulo Sousa e Enne Faber. O projeto consiste num software que recria superfícies 3D, a partir de uma série de imagens SEM (microscopia eletrónica por varrimento) em 2D. Para o promotor da ideia vencedora este tipo de prémios é “um impulso” e “um reforço da motivação". "Economicamente é [um prémio] importante, mas para mim o que mais importa é que uma comunidade muito diversa, muito fundamentada tenha visto a potencialidade do nosso trabalho”, salienta.

O 2º Prémio foi atribuído à ideia “MAG4Biomed”. Da autoria de Ana Rita Rodrigues, Daniela Pereira, Beatriz Cardoso, Daniela Gomes e Elisabete Coutinho, o projeto consiste na produção de nanopartículas magnéticas para aplicações biomédicas, como o transporte de fármacos magneticamente guiado e aplicações em terapia combinada do cancro. Ana Rita Rodrigues partilha da opinião de Diego Martinez, considerando que “o prémio é uma motivação”, sobretudo para “uma equipa de trabalho pequena”. Em relação a perspetivas futuras, a promotora ressalta: “A longo prazo nós gostaríamos realmente de poder fazer testes com o nosso sistema in vivo. Esse é o grande objetivo”.

O jurado Bernardo Pequito considera que a escolha dos vencedores não foi fácil, uma vez que “a qualidade das ideias estava muito próxima” e “todas elas muito promissoras”. Sobre a importância deste tipo de concursos, o jurado destaca que “estas iniciativas são fundamentais” para que estudantes e investigadores perceberem “que o trabalho que produzem na academia pode ser traduzido em negócio”.

Nesta 10ª edição do SpinUM, chegaram à final cinco ideias de negócio, analisadas tendo em conta critérios como o potencial de mercado, a qualidade da ideia e a capacidade de execução da mesma. Cada finalista teve 10 minutos para apresentar o projeto no modelo Elevator Pitch, seguindo-se perguntas e comentários do júri.

O painel de jurados da presente edição contou com representantes da Argacol (André Vieira de Castro), da Beta Capital (Bernardo Pequito), da Portugal Ventures (Adão Oliveira) e da Universidade do Minho (Pró-Reitor Professor Filipe Vaz).

No final da cerimónia, foram distribuídos prémios monetários e oferecidos serviços de apoio à criação de empresas num valor total de 7500 euros.

O Concurso “SpinUM” distingue e apoia anualmente as ideias de negócio mais inovadoras e com maior potencial em qualquer domínio científico ou tecnológico, geradas na Universidade do Minho.

O “SpinUM – Concurso de Ideias de Negócio” é co-financiado pelo Compete 2020 no âmbito do projeto NOE - Noroeste Empreendedor.

 

 

Sessão de abertura da 10ª Edição do SpinUM
 

 
10.ª edição SpinUM - 1º Prémio“TopoSEM”  

1º Prémio “TopoSEM
 

 
10.ª edição SpinUM - 2º Prémio “MAG4Biomed”  
 2º Prémio “MAG4Biomed  
 
Autenticação
Utilizador:
Password:
 
Novo registo
Recuperar Password
 
Acesso a Plataformas
 
Newsletter TecMinho
Subscrever
 
TecMinho no Twitter